Apoio à promoção da Saúde Pública

A par das missões dos governos e da academia, a Fundação Serra Henriques procura ser uma instituição ágil na criação de sinergias em rede e promover políticas públicas nos domínios da qualidade de vida das pessoas.
Através da colaboração com a Direcção-Geral da Saúde, Faculdades de Medicina e Centros Hospitalares, a Fundação apoia a organização de conferências, congressos, núcleos de investigação e a divulgação de boas práticas em Saúde Pública.

No dia Mundial da Saúde Oral foi apresentada publicamente esta publicação que resulta da cooperação entre a Fundação Serra Henriques, Direcção-Geral da Saúde, Centro Hospitalar de Lisboa e a Rede Nacional de Bibliotecas Escolares. Desta iniciativa entre a Saúde e a Educação nasceu um projecto inovador que procura introduzir um conjunto de boas prácticas no comportamento da população e um determinante empenho na prevenção da doença e promoção da Saúde em Portugal. A vocação deste projecto é fazer com que a integração da temática da saúde oral nos currículos escolares se torne inevitável, permitindo abordar os diferentes temas de uma forma mais competente e eficaz.

Este manual juvenil faz parte do Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral e foi oferecido pela Fundação à Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação. O livro convida a uma interação directa com o leitor através de uma superfície espelhada, permitindo que a criança possa fazer uma auto-avaliação da sua saúde oral. A obra dá também a conhecer as doenças orais e as suas consequências e propõem boas práticas em saúde.
As interdependências dos cuidados de higiene e da promoção da leitura nos planos de saúde são inquestionáveis, razão pela qual a Fundação Serra Henriques decidiu editar esta importante ferramenta e optimizar o seu impacto num trabalho conjunto com as diferentes entidades dos Ministérios da Saúde e da Educação.


A Fundação Serra Henriques é parceiro institucional do Biomedical Congress que reúne alunos de Medicina, Medicina Veterinária, Ciências do Meio Aquático, Bioquímica e Bioengenharia. Durante 4 dias são abordados temas emergentes na comunidade científica, quer de carácter transversal quer específicos a cada um dos cinco cursos. Conta com uma programação diversa e inovadora, incluindo workshops, palestras, conferências, e mesas redondas.

O congresso decorre entre os dias 15 e 18 de Março de 2018 no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.



No quadro da cooperação académica com as universidades portuguesas, a Fundação Serra Henriques é parceiro institucional do Congresso MedUBI que acolhe 900 alunos de Medicina.

A Universidade da Beira Interior (UBI) foi fundada em 1986 e engloba um conjunto de Faculdades com 7200 alunos, colocando a Covilhã e a região numa posição de destaque no que concerne ao conhecimento científico e artístico. Tal decorre, não só do ensino ministrado, mas também da investigação efectuada nos diversos departamentos e unidades de investigação

A Fundação Serra Henriques, a Câmara Municipal do Porto e a Ordem dos Médicos são os parceiros institucionais do congresso Europeu de jovens cientistas que conta com a participação de quatrocentos jovens investigadores das áreas biomédicas e de 25 nacionalidades. O objectivo principal é reunir cientistas de classe mundial no Porto que apresentam grandes descobertas em diferentes áreas: Medicina Interna, Cirurgia, Oncologia, Biologia Molecular, Fisiologia, Neurociências e Imunologia. O congresso tem lugar, todos os anos, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto sob o Alto Patrocínio do Presidente da República Portuguesa e do Comissário Europeu da Investigação, Ciência e Inovação.