arquitecturas cruzadas

Ensino, Território e Património Cultural em debate

O Palácio Foz foi o palco deste encontro nacional organizado pela Fundação Serra Henriques com o apoio da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e da Direcção-Geral do Património Cultural.


Apostada em promover a valorização do Património Cultural, o estudo da Arquitectura Sustentável, Urbanismo e Ordenamento do Território, a Fundação Serra Henriques, em colaboração com a Academia e as tutelas, tem vindo a organizar debates estratégicos com o objectivo de assegurar a qualificação das cidades e da paisagem. Um trabalho focado na necessidade de operacionalizar soluções em território nacional, capazes de dar resposta a problemas como o dos incêndios que assolaram o país em 2017, o despovoamento do território, a falta de cooperação transfronteiriça ou a perda da identidade cultural das regiões.

Neste contexto, e na sequência de três conferências realizadas em Sintra, Porto e Coimbra, em parceria da Ordem dos Arquitectos e a Direcção-Geral do Território, a Fundação promoveu este colóquio com o mote "arquitecturas cruzadas" - uma iniciativa que reuniu diversas personalidades em torno destas temáticas e desígnios nacionais.

Este encontro de especialistas e "pensadores do território" resultou da realização de programas dinamizados pela Fundação Serra Henriques com o objectivo de fomentar a literacia, as boas práticas e a compreensão do ambiente construído, de forma a contribuir para a formação de cidadãos conscientes do seu papel na sociedade.